[portfólio] Dez sambas que marcaram a carreira de Jamelão

JamelaoPublicado no portal Saraiva Conteúdo
12 de maio de 2013

Pode-se dizer que foi uma vida toda dedicada ao samba. Afinal, ainda menino, quando era conhecido pelo nome de batismo – José Bispo Clementino dos Santos –, Jamelão passou a acompanhar a mãe, Dona Benvinda, na Escola de Samba Deixa Malhar, no Engenho Novo. O apelido famoso só viria depois, na gafieira Jardim do Meyer, onde Jamelão trabalhou como crooner.

Símbolo da Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira, Jamelão chegou à Verde e Rosa com a ajuda do lendário compositor Gradim, amigo de Cartola e Carlos Cachaça. Apesar do falecimento em 2008, aos 95 anos, a voz que consagrou sambas de inúmeros compositores segue viva na memória dos mangueirenses e dos admiradores de boa música.

Continue lendo no portal SaraivaConteúdo

[portfólio] ‘Divino Cartola – Uma vida em verde e rosa’ resgata histórias do poeta do samba

Capa_Divino_CARTOLAPublicado no portal Saraiva Conteúdo
4 de fevereiro de 2013

‘Divino Cartola – Uma vida em verde e rosa’ resgata histórias do poeta do samba

Fotobiografia revela passagens emblemáticas e traz manuscritos inéditos