[Ituano x Santos] Cícero e Nunes foram os nomes do jogo

Cicero_santos-ituanoA equação é simples: Santos jogando contra um time mais retranqueiro + alterações [duvidosas] do Muricy = placar magro e jogo sem brilho. Junte tudo isso a Neymar apagado e o que mais ganha os noticiários depois do jogo é a tal da discussão entre o camisa 11 e o técnico do Ituano. Chatice, hein?

Post completo lá no Canelada

Anúncios

Livro Futebol Clube

Almanaque_SantosEu sou uma fã assumida de livros que trazem dados históricos. Se for uma biografia então, melhor ainda. Se tudo isso estiver ligado ao futebol, é amor à primeira vista. Por isso, quando li a notícia de que ontem foi lançado o Almanaque do Santos F.C., resolvi listar uns livros bacanas sobre futebol, incluindo alguns dos Santos, é claro.

Post completo lá no Canelada

Feliz Natal, santistas!

neymar_e_luiz_NatalO Santos promoveu uma iniciativa muito legal nesse Natal: recebeu cartas de crianças que queriam conhecer seus ídolos e realizou esses sonhos!

Foram diversas histórias e diferentes encontros com cada jogador. Teve o Matheus que nunca havia escrito uma carta ao Papai Noel e acabou conhecendo o goleiro Rafael (assista aqui). Teve a história do Murilo que encontrou pessoalmente o Léo, seu ídolo (veja aqui). Além da Isabele, que ganhou uma camisa do Santos das mãos do Edu Dracena (assista aqui).

Post completo lá no Canelada

“Santos, um time dos céus” em HQ

Santos_Um_Time_dos_Ceus_HQTem um projeto muito bacana rolando no site Catarse, de financiamento coletivo. O quadrinista André Bernardino fez a adapatação para HQ (história em quadrinhos) do livro  “Santos, Um Time dos Céus”, romance de José Roberto Torero e Marcus Aurelius Pimenta.

O livro conta várias histórias do Peixe desde a fundação do glorioso alvinegro da Vila Belmiro, passando pelas primeiras pelejas, as primeiras confusões e as primeiras goleadas, tudo muito bem-humorado. O legal do enredo é que a história é narrada pelo Brás Cubas dos Santos, um personagem que seria uma suposta testemunha ocular de todos os fatos e eventos.

Post completo lá no Canelada

[Recordar é viver] O adeus do Rei, há 37 anos atrás

pele_ultimo-jogoEle já tinha dado adeus aos campos no ano anterior, mas foi no 7 de dezembro de 1975 a última partida oficial de Pelé pelo Santos, a pedido do então diretor do Peixe.

O jogo foi contra o Bahia, válido pelo Torneio Governador Roberto Santos. Na Fonte Nova, depois de um empate de 1×1, o Peixe sagrou-se campeão e levantou a Taça Cidade de Salvador.

Post completo lá no Canelada